• Tecnologia Criativa

Espaço destinado aqueles que desejam documentar e compartilhar experiências e manifestações da infância realizadas e encontradas no Brasil ou fora dele. Aqui você encontra dicas de como iniciar sua pesquisa e enviar para o Portal Memórias do Futuro. Participe e faça parte deste movimento!

Atenção: Todo o conteúdo e material postado neste ambiente virtual será objeto de licença creative commons (conforme o site www.creativecommons.org.br), por meio da qual as Partes autorizam e concordam com a disponibilização desse conteúdo e material a terceiros, de forma gratuita, para utilização sem finalidade lucrativa, incluindo a permissão para a criação de obras derivadas a partir dos mesmos.
Faça seu vídeo
Sexo M |
Sexo F |
Anexar arquivo (docx ou pdf)

O que observar

• Uma dica essencial para quem não é criança e deseja se (re)aproximar da infância vivida é buscar a sua origem, a sua memória. Você pode começar com algumas perguntas simples como: do que você brincava quando criança? Quais as regras e formas de cada brincadeira? As histórias mais marcantes, seus melhores amigos? Quais as cantigas que seus pais e avós cantavam? Você lembra dos lugares, das sensações, das aventuras? Quais eram suas comidas prediletas? Seus medos, seus sonhos? E as suas invenções?

• Procure escrever um pouco sobre isso, perguntar para seus familiares, ver fotografias, objetos, procurar amigos antigos e relembrar. Assim você já começa um reencontro com você mesmo! E então sua pesquisa, seu olhar e principalmente seu coração já se abrem para o universo mágico da criança.

• Após reencontrar a sua infância, é interessante observar as crianças que estão ao seu redor, na sua casa, seu bairro, na escola. Procure ouvir com atenção suas ideias e como se organizam durante as brincadeiras. Procure nos os momentos mais espontâneos de convívio, quando estão em grupo ou sozinhas. Qualquer coisa pode assumir o papel de brinquedo na imaginação de uma criança, principalmente se estão em contato com a natureza, livres e longe de brinquedos estruturados/fabricados.

• Quando se aproximar das crianças é importante ser discreto, deixá-las livres para que não se inibam ou queiram aparecer demais. É importante que as crianças entendam o que você está querendo fazer, por isso, antes de filmar tente brincar um pouco com elas, entrar no jogo e explicar suas ideias.

• Quando elas deixarem e você sentir que é a hora, comece a gravar.

• Você também pode perguntar sobre as brincadeiras, tentar entender as regras e imaginar como isso pode ser compreendido em um pequeno filme, um texto ou mesmo através de uma foto.

• As histórias de infância dos mais velhos são muito importantes para aprender e ensinar formas de brincar que já estão sendo esquecidas em muitos lugares. Procure encontrar estas pessoas e puxe o fio da memória aos poucos. Informalmente pergunte como eram os lugares, a família, do que brincavam e como faziam seus brinquedos. As cantigas, as histórias, as tradições podem servir como inspiração para muitas práticas educativas e culturais de hoje.

• Criar sempre, fazer com carinho e concentração. Muita atenção no que está sendo registrado/contado. Importante observar durante a documentaçãos aspectos historicos, culturais, emocionais etc.

Algumas dicas técnicas

• Você pode utilizar o equipamento que estiver ao seu alcance. Pode ser um telefone celular, uma câmera fotográfica, filmadora ou computador. Cada um destes equipamentos têm formas diferentes de utilização, processamento, edição e publicação de imagens que são aprimoradas com a prática das gravações e a criatividade. Sempre é bom consultar os manuais do usuário ou dicas na internet antes de começar a gravar.

• Vale filmar do seu jeito, mas sempre é bom pensar antes. Imagine a história que você quer contar, como ela vai aparecer na tela, que som ela vai ter, que ritmo, que sentimento ou informação você quer transmitir.

• Observe bem a situação antes de filmar. Perceba o movimento da cena, o tempo da ação, da brincadeira e das pessoas que vão aparecer. Veja de que lado vem a luz do sol ou da lâmpada, tente deixar sua imagem bonita. Evite a luz na frente da camera ou filmar em ambientes muito escuros.

• Escute o som do ambiente, evite lugares muito barulhentos e com muito vento. Para gravar depoimentos, falas, tente ficar próximo de quem está falando. Preste atenção no assunto e procure não cortar as frases antes da conclusão da ideia.

• Procure manter a camera firme, as mãos equilibradas, a respiração tranquila, sem tremer. Se possível use uma base de apoio, como uma cadeira ou uma mesa. Capriche no seu movimento, apoie bem os pés e AÇÃO!

• Tente gravar vídeos curtos (de até 2 minutos) para não ficarem muito pesados e necessitarem de edição.

Imagine que seu olho é uma tela, você é o observador e o condutor da história. BRINQUE! DIVIRTA-SE!!

Organize a sua pesquisa

Dentro do universo da Cultura da Infância, vocês encontrão muitas informações que são essenciais para o desenvolvimento consistente de uma investigação. Dados como nomes da pessoa que ensinou o brinquedo, idade, locais encontrados, materiais utilizados, auxiliam o aprofundamento da investigação e apoiam a utilização em experiências educativas. Suas impressões enquanto observador também são muito importantes, registre seus pensamentos, curiosidades, propostas de utilização do conteúdo. Veja aqui uma sugestão de ficha de pesquisa.

Como publicar suas histórias no Portal Memórias do Futuro

Com o seu vídeo salvo em um computador você deve publicá-lo em um canal próprio na Internet em sites como Youtube, Vimeo ou semelhantes. Você deve descrever a situação e as pessoas que aparecem no registro com mais detalhes possíveis, bem como preencher as palavras chaves que podem orientar a pesquisa.

Preencha a ficha de cadastro abaixo e coloque o link do seu vídeo. Fotos e textos podem ser anexados na própria ficha. Os registros compartilhados passarão por uma pré análise de conteúdo, lembramos que é um espaço destinado à troca de experiências educativas e culturais da infância, portanto qualquer conteúdo encaminhado que não atenda aos objetivos propostos neste portal serão devolvidos.

Copyright © 2012 MEMÓRIAS DO FUTURO - Todos os direitos reservados.